Cidadão do Povo
Mauricio Dias

Contribuindo com o Tribunal Regional Eleitoral (TRE), o PSD na Bahia está convocando os seus diretórios e comissões municipais para entrarem na campanha pelo recadastramento biométrico dos eleitores. Com o objetivo de dar mais segurança à identificação do eleitor no momento da votação, serão coletadas a assinatura eletrônica do eleitor, foto e impressões digitais, entre os dias 1º de junho e 31 de novembro.

Para realizar o recadastramento, o eleitor deve ir ao Posto de Atendimento de sua cidade, levando um documento oficial de identificação com foto e comprovante de residência. O recadastramento é obrigatório, inclusive, para quem tem voto facultativo, e quem não comparecer terá o título cancelado.

O recadastramento, este ano, inclui 37 municípios baianos de 15 zonas eleitorais, totalizando quase 700 mil eleitores, cerca de 7% do eleitorado do estado. Os municípios são: Adustina, Paripiranga, Aiquara, Dário Meira, Itagi, Itagibá, Jitaúna, Araçás, Aramari, Alagoinhas, Arataca, Buerarema, São José da Vitória, Andorinha, Senhor do Bonfim, Aurelino Leal, Gongogi, Ubaitaba, Barra do Rocha, Ibirataia, Ipiaú, Cabeceiras do Paraguaçu, Muritiba, Governador Mangabeira, Canavieiras, Una, Cândido Sales, Catolândia, São Desidério, Cocos, Coribe, Jaborandi, Dom Macedo Costa, Santo Antonio de Jesus, Varzedo, Encruzilhada e Ribeirão do Largo.

No dia da eleição, os votantes recadastrados utilizarão as digitais dos dedos para se identificarem no terminal da urna eletrônica, não sendo mais necessário assinar o Caderno de Votação.

Abreu
Cafe beira rio