Cidadão do Povo
Mauricio Dias

Depois de longos 36 anos, o Peru jogará uma Copa do Mundo. Na quarta-feira (15), o drama acabou e o sonho de todo torcedor peruano se concretizou com a vitória por 2x0 sobre a Nova Zelândia, no lotado estádio Nacional, em Lima, na partida de volta da repescagem para o Mundial de 2018. No duelo da ida, no sábado (11) passado, as seleções haviam empatado sem gols em Wellington, no outro lado do planeta, na Oceania, e quem vencesse estaria garantido na Rússia.

Os heróis da classificação do Peru foram o atacante Jonathan Farfán, autor do primeiro gol na etapa inicial, e o zagueiro Christian Ramos, que fez o segundo depois do intervalo. Mas o destaque em campo foi o meia Cueva, do São Paulo, responsável pelas assistências para os dois gols e outras jogadas de ataque dos peruanos.

Esta será a primeira vez que o Peru chega a uma Copa do Mundo desde 1982, mas antes da competição na Espanha - na qual caiu na fase de grupos -, o país já havia disputado outros três Mundiais. Foi em 1930, no Uruguai; em 1970, no México, quando caiu nas quartas de final para o Brasil, em sua melhor participação até agora; e em 1978, na Argentina. CB - Foto: Reprodução/Getty Images

Cafe beira rio
Abreu