Cidadão do Povo
Mauricio Dias

Bahia e Sport Recife empataram em 1x1 na noite desta quarta-feira (17), na Ilha do Retiro, em jogo válido pela primeira partida da final da Copa do Nordeste. O tricolor saiu na frente com Juninho, mas sofreu o empate com um gol de outro Juninho, do time da casa. As duas equipes voltam a se enfrentar na próxima quarta-feira (24), na Arena Fonte Nova, quando o Bahia pode empatar sem gols para sagrar-se campeão da competição, já que o gol fora de casa faz diferença no certame. Para jogadores da equipe tricolor o empate foi um bom negócio, pois o grupo acredita que jogar diante de sua torcida será uma motivação a mais. Foto: Felipe Oliveira/E.C. Bahia

O Bahia começa a decidir nesta quarta-feira (17), às 21h45, na Ilha do Retiro, o título da Copa do Nordeste. Depois de dois anos, o clube volta a disputar uma decisão da competição e o rival é um velho conhecido, o Sport Recife.

O primeiro duelo será marcado pelos desfalques. Ao todo seis jogadores estão fora. Armero, Edson e Régis, todos suspensos, não jogarão no Recife. Outros três atletas têm problemas médicos. Jackson voltou a machucar o joelho e está vetado, mesmo caso de Wellington Silva. Já o atacante Hernane ainda se recupera da lesão sofrida na tíbia na semifinal contra o Vitória.

A goleada por 6x2 aplicada sobre o Atlético-PR na primeira rodada do Brasileirão deu moral ao time. Para o técnico Guto Ferreira, o momento vivido pelo tricolor é fruto do amadurecimento da equipe. Com a vantagem de decidir o título em casa, Guto destaca a importância de fazer gols fora e construir um bom cenário para o jogo da volta, dia 24, na Fonte Nova. Correio - Foto: Felipe Oliveira/E.C. Bahia

O Vitória estreou no Campeonato Brasileiro de 2017 com um empate sem gols. Em duelo disputado neste domingo (14), na Ressacada, em Florianópolis, o time Rubro-negro ficou no 0 a 0 com o Avaí. O Leão chegou a mandar duas bolas nas traves. A primeira na etapa inicial com Willian Farias e outra no segundo tempo com Paulinho. O próximo compromisso do time comandado pelo técnico Petkovic é contra o Corinthians, no dia 21 de maio, às 16h, na Arena Fonte Nova. Foto: Reprodução

Após 15 anos, o Bahia voltou vencer numa estreia do Campeonato Brasileiro. Neste domingo (14), em um jogo de oito gols, o Esquadrão foi implacável ofensivamente e bateu o Atlético Paranaense por 6 a 2 na Arena Fonte Nova. Tiago, Zé Rafael, Régis (duas vezes), Edigar Junio e Edson marcaram para o Bahia. Guilherme e Marcão fizeram os gols do time paranaense. O próximo compromisso do tricolor baiano será na quarta-feira (17), quando fará o seu primeiro jogo na final da Copa do Nordeste contra o Sport, às 21h45, na Ilha do Retiro, em Recife. Foto: Reprodução/Toda Bahia

Nesta quinta-feira (11), a diretoria do Esporte Clube Vitória anunciou o gerente de futebol do clube, Dejan Petkovic, como novo treinador que comandará o time na temporada. Apesar de não carregar mais o título de gerente de futebol, Pet acumulará o cargo de certa forma. Segundo o sérvio, ele será um "team manager" (gestor do time).

O Vitória estreia no Campeonato Brasileiro domingo (14), contra o Avaí, em Florianópolis. No entanto, Wesley Carvalho é quem comandará o time na Ressacada. O primeiro jogo de Petkovic à beira do campo será contra o Corinthians, dia 21, na Fonte Nova. De acordo com o diretor de futebol Sinval Vieira, Pet chegou a recusar o convite duas vezes, mas aceitou após insistência da diretoria. Foto: Divulgação/E.C. Vitória

O Bahia está eliminado da Copa do Brasil sub-20. Dentro do estádio Metropolitano de Pituaçu na tarde desta quarta-feira (10), a equipe comandada pelo técnico Aroldo Moreira saiu na frente do Flamengo com um gol de Kaynan no primeiro tempo, mas em uma falha defensiva viu Gabriel Silva empatar a partida e decretar o placar em 1 a 1, no jogo válido pelas quartas de final do torneio. Como a primeira partida foi vencida pelo rubro-negro por 1 a 0, o resultado não foi suficiente para o Esquadrãozinho seguir à semifinal. A equipe júnior tricolor agora volta as suas atenções para o estadual, onde enfrentará o Atlântico, no próximo sábado (13), no Fazendão. Foto: E.C. Bahia

Na noite desta terça-feira (9), Evelin Santana, 18 anos, do Jacobina Esporte Clube foi eleita a Musa do Baianão, o Campeonato Baiano de Futebol, em um evento realizado em Salvador. O Jacobina Esporte Clube emplaca a terceira musa na competição. A primeira foi Bianca Carvalho em 2015 e já em 2016 a escolhida foi Laís Santana.

A votação na internet também contribuiu para o resultado e Evelin esteve concorrendo com sete candidatas, representantes de Atlântico, Vitória, Fluminense de Feira, Vitória da Conquista, Bahia e Bahia de Feira.

Outra novidade, é a torcida do Jacobina, que foi eleita a pela terceira vez a mais animada do interior. O prefeito Luciano Pinheiro também esteve no evento, recebendo o troféu juntamente com membros da torcida organizada. Augusto Urgente - Fotos: Reproduções

O Vitória é o campeão baiano de 2017. O Rubro-Negro fez a festa com sua torcida neste domingo (7), no Barradão. A conquista, a 29ª da história do clube na competição, veio com um empate sem gols com o Bahia, no BAVI decisivo. Dono da melhor campanha, o Leão jogava por dois resultados iguais e havia empatado a primeira final por 1 a 1, na Arena Fonte Nova. Além do título, o Leão terminou, também, com o artilheiro do Baianão. André Lima, com seis gols, dividirá a chuteira de ouro com Marclei, do Bahia de Feira.
 
Após a partida, a diretoria da Federação Bahiana de Futebol entregou a taça Dr. Sylvio Quadros Mercês aos campeões. A entidade homenageia um dos juristas mais respeitados da Bahia e do Brasil. Entre os destaques na sua carreira estão a passagem pelo Tribunal de Ética e Disciplina da OAB e a condecoração com a “Comenda da Ordem do Mérito do Trabalho Ministro Silvério Fernandes Jorge”, dada a personalidades do mundo jurídico. Ele também presidiu o Tribunal de Ética e Justiça Maçônico da Grande Loja da Bahia e o Conselho Superior da Ordem Terceira de São Francisco. FBF

Foto: Mauricia da Matta/ Vitória EC

Vitória e Bahia voltam se enfrentar neste domingo (7), às 16h, no Barradão, em duelo que vale o título do Campeonato Baiano.mComo fez melhor campanha na primeira fase da competição, o Vitória tem a vantagem do empate para ficar com o troféu. O primeiro jogo da final terminou em 1 a 1.

FICHA TÉCNICA
Vitória x Bahia
Campeonato Baiano – final
Local: Barradão, em Salvador
Data: 07/05/2017
Horário: 16h
Árbitro: Marielson Alves Silva (BA)
Assistentes: Elicarlos Franco de Oliveira (BA) e Jucimar dos Santos Dias (BA)

Vitória: Fernando Miguel; Patric, Alan Costa, Kanu e Geferson; Willian Farias, Bruno Ramires, Cleiton Xavier e Euller; David e André Lima. Técnico: Wesley Carvalho.

Bahia:Jean; Eduardo, Tiago, Lucas Fonseca e Pablo Armero; Edson, Juninho (Renê Júnior) e Régis (Gustavo); Allione, Zé Rafael e Edigar Junio. Técnico: Guto Ferreira.

Bahia e Vitória se enfrentaram pela primeira partida da final do Campeonato Baiano, nesta quarta-feira, na Fonte Nova. Em duelo equilibrado, o placar foi de 1 a 1. Tiago abriu o placar para os donos da casa, mas gol contra de Armero deixou tudo igual em Salvador.

Depois de dois confrontos pela Copa do Nordeste, com passagem do Esquadrão de Aço à final do regional, as equipes iniciaram a disputa de mais um mata-mata, desta vez valendo troféu.

A partida de volta da decisão estadual é no próximo domingo, às 16 horas (de Brasília), desta vez no estádio Barradão. O Tricolor vai atrás de seu 47º título, enquanto o Rubro-Negro busca o bicampeonato consecutivo, além do 29º no total. GE - Foto: Mauricia da Matta/Vitória EC

O primeiro Ba-Vi da decisão do Campeonato Baiano, que acontece nesta quarta (3), às 21h45, na Fonte Nova, terá novamente torcida única e só os tricolores poderão se fazer presentes. A festa no último clássico e a boa atuação da equipe ainda estão muito claras na memória e a confiança em ver a equipe repetir a dose é grande. Por isso, o técnico Guto Ferreira deve repetir o mesmo time que venceu o Vitória por 2x0 no domingo (30), mesmo tendo à disposição o atacante Gustavo, que estava suspenso na competição regional: Jean, Eduardo, Tiago, Lucas Fonseca e Armero, Edson, Renê Júnior e Régis; Zé Rafael, Edigar Junio e Allione.

Pelo lado rubro-negro, a principal novidade estará no banco de reservas, onde Wesley Carvalho estará à frente da equipe substituindo Argel Fucks, demitido anteontem. O treinador interino não poderá contar com Fred, Dátolo, Jhemerson e Kieza, todos vetados pelo departamento médico. A presença do centroavante André Lima ainda não está descartada. Ainda que tenha sido relacionado, o jogador está com uma fascite plantar e será reavaliado.  

Segurança

Bahia, Vitória, FBF e Polícia Militar se reuniram na tarde de ontem e definiram algumas estratégias para evitar nova confusão entre os jogadores. O time visitante, o rubro-negro, sairá de campo antes do tricolor tanto no intervalo da partida, quanto no final. Seguranças do Bahia estão proibidos de entrar no gramado. CB - Foto: Felipe Oliveira/Divulgação/E.C.Bahia

Em tempos de crise política, se perdeu também o nacionalismo. A pesquisa DataFolha, divulgada no domingo (30), mostrou que nunca houve tanta gente com mais vergonha que orgulho de ser brasileiro. Atualmente 34% dos entrevistados se sentem envergonhados – número que tem crescido desde o fim de 2014. Os orgulhosos ainda representam maioria, 63% das pessoas, mas essa é a menor taxa histórica desde março de 2000.

Os dados acompanham os níveis de insatisfação do brasileiro, tanto com o governo impedido de Dilma Rousseff (PT) quanto com o atual mandato de Michel Temer (PMDB). Assim, morar no país é ruim ou péssimo para 20% da população, regular para 26% e bom ou ótimo para 54%. Esse número, no entanto, registra uma queda de sete pontos percentuais desde o final do ano passado. O levantamento da Folha de S. Paulo ouviu 2.781 pessoas em 172 municípios do país. BN - Imagem: Pinterest

Foto: Reprodução / Twitter / EC Vitória

Após ser demitido no início da tarde desta segunda-feira (1º), o ex-técnico do Esporte Clube Vitória, Argel Fucks, publicou uma carta de agradecimento a torcedores e jogadores do clube. Sua saída acontece um dia depois do rubro-negro ser eliminado na semifinal da Copa do Nordeste pelo seu arquirrival, o Bahia. Confira a carta:

Imagens: Reprodução/Youtube

O técnico Guto Ferreira já pensa nos adversários que medirão forças para enfrentá-lo na final da Copa do Nordeste. Após o triunfo por 2 a 0 sobre o Vitória, neste domingo (30), na Arena Fonte Nova, ele já comentou sobre Sport e Santa Cruz. “Esse jogo eu não assisti [Sport x Santa]. Já assisti outros jogos do Santa, conheço as pessoas que estão envolvidas no projeto. É uma equipe competitiva. O Arruda é um caldeirão que transforma. A equipe do Sport tem um poder de investimento bastante alto, com grandes jogadores. São duas grandes equipes. Quem quer que classifique serão duas partidas muito difíceis”, comentou.

Sobre o jogo, o treinador elegeu seu destaque: o meio-campista Allione. “A gente desde quando veio sabia do potencial do Allione. Um jogador que vinha jogando pouco, chega e começa tem uma sequência, queira ou não queira, para ter uma afirmação...Allione é um jogador que inspira atenção com trabalho. É um jogador que não pode fazer todo trabalho porque já teve cirurgia no joelho. Queira ou não queira é um jogador que o ápice físico dele demora mais um pouco. E precisa de ritmo de jogo. Agora, tem um caráter que é próprio do jogador argentino, de decisão”, elogiou. Antes de saber quem enfrentar na final regional, o Bahia terá novamente o maior rival pela frente. Nesta quarta-feira (3), novamente na Arena, a partida, válida pela primeira final do Campeonato Baiano, será realizada às 21h45. Bahia Notícias - Foto: Reprodução/Youtube

A dupla Bahia e Vitória joga neste domingo (30) para decidir vaga na final da Copa do Nordeste, a partir das 16h. O Esquadrão entrará em campo em desvantagem, querendo se vingar da derrota por 2x1 no Barradão, clássico no qual julgou-se amplamente prejudicado pela arbitragem. Já o Vitória terá que segurar a pressão prometida pelo adversário, que vem incentivando um verdadeiro clima de guerra para a decisão, aproveitando-se de um estádio que será inteiramente tricolor. Vitória joga pelo empate para ir à final. Ao Bahia, 1x0 é suficiente. Foto: Reprodução/Facebook/Bahia

Presidente do JEC está confiante em um possível apoio do governo do estado

O Jacobina traça seu planejamento para a disputa da Série D do Campeonato Brasileiro. Com apenas oito jogadores remanescentes do Baianão. Com a reapresentação marcada para esta segunda-feira (1º), a diretoria vem dando uma atenção maior ao setor de ataque na hora de procurar as contratações, segundo o presidente Rafael Damasceno.

“Alguns jogadores do Baiano permanecerão e começaremos a fechar com outros jogadores para dar uma reforçada principalmente no setor da frente. Nosso ataque não funcionou no Baiano. Vamos refazer nosso ataque todo”, revelou.

De acordo com o dirigente, a tendência é que o elenco seja basicamente formado por jogadores de equipes que terminaram sua participação no estadual. “Veremos jogadores que ficarão parados nessa entressafra. Já estamos em contatos com jogadores dessas equipes. Vamos acertar com o restante pra fechar um grupo com 20 a 22 jogadores”, informou.

Para o dirigente jacobinense, um eventual apoio do Governo do Estado será fundamental num possível acesso de um clube baiano. “Caso chegue o apoio do Governo, dá pra pensar até em subir. Dá para fazer uma grande Série D. Converso muito com o Roberto Carlos (presidente da Juazeirense). Segundo ele, houve uma sinalização positiva. Conversei também com o vice do Flu de Feira [Luiz Paolilo Filho] e estamos marcando de em Salvador para alinhar isso aí”, pontuou. O Jegue da Chapada está no grupo A9 da competição nacional. A estreia será no dia 21 de maio, em casa, contra o Sergipe. Foto: Reprodução

Foto: Reprodução/iBahia

Depois de 15 anos sem se enfrentar numa grande decisão na Copa do Nordeste, Bahia e Vitória voltam a ficar cara-cara nesta quinta-feira, 27, às 20h30, no Barradão, no primeiro jogo que define quem avança à final do torneio. A última vez em que as duas equipes foram com força total a um Ba-Vi decisivo no Nordestão foi na final de 2002, quando o Bahia sagrou-se campeão pela segunda vez. Depois disso, Bahia e Vitória voltaram a se encontrar, mas com equipes alternativas. Em 2010, data da última partida entre Tricolor e Rubro-Negro na Copa do Nordeste, os times eram de reservas e juniores.

Vitória x Bahia - Jogo de ida da Semifinal da Copa do Nordeste

Local: Estádio Manoel Barradas (Barradão),

Data e horário: Quinta-feira, 27, às 20h30

Árbitro: Caio Max Augusto Vieira

Assistentes: Lorival Candido das Flores e Luis Carlos de França Costa (trio do Rio Grande do Norte)

Vitória - Fernando Miguel, Patric, Fred, Kanu e Geferson; Willian Farias, Bruno Ramires, Euller e Cleiton Xavier; David e André Lima. Técnico: Argel Fucks.

Bahia - Jean, Éder, Tiago, Jackson e Armero; Edson, Juninho, Régis e Allione; Edigar Junio e Hernane. Técnico: Guto Ferreira.

Imagens: Youtube/TV Bahia

O Esporte Clube Vitória venceu o Vitória da Conquista por 5 a 0, neste domingo (23), em partida realizada no Barradão. Os gols da partida foram marcados por David, Cleiton Xavier, Paulinho, Uillian Correia e Geferson. Com o resultado, o rubro-negro vai enfrentar o Bahia na final. O primeiro jogo será no dia 3 de maio, na Arena Fonte Nova, enquanto o último confronto está agendado para o dia 7, no Estádio Manoel Barradas. Antes da final do Baianão, o Vitória irá encontrar o Bahia pela semifinal da Copa do Nordeste. A primeira partida acontece nesta quinta-feira (27), às 20h30, no Barradão, enquanto o jogo de volta está marcada para domingo (30), às 16h, na Arena Fonte Nova. Foto: Flickr/EC Vitória 

Cafe beira rio
Abreu