Cidadão do Povo
Mauricio Dias

Um homem foi preso por matar o filho depois de descobrir que ele era gay em Henderson, no estado americano de Nevada. Wendell Melton, de 53 anos, atirou em Giovanni Melton, de 14, quando ele contou que era gay e tinha um namorado. “Eu tenho certeza de que, na cabeça dele, preferia ter um filho morto do que gay”, afirmou Sonia Jones, mãe adotiva do garoto ao Daily Mail.

Giovanni chegou a ser levado ao hospital, mas não resistiu aos ferimentos. Wendell foi preso e acusado de homicídio, abuso de menor e posse ilegal de arma. Ainda não se sabe se ele vai ser acusado de crime de ódio.

Nas redes sociais, Giovanni foi lembrado pelos amigos como um jovem enérgico e capaz de fazer qualquer um sorrir. “Eu espero que ele nunca mais veja a luz do dia. Espero que todos os dias quando ele se olhar no espelho veja o rosto do filho dele”, declarou a mãe adotiva sobre Wendell. Fonte: YN - Reprodução/Facebook e Henderson Police Department

Abreu
Cafe beira rio