Cidadão do Povo
Mauricio Dias

Já a titular da Decon, Idalina Otero, sinaliza a importância de salvar documentos que provem a compra da mercadoria, pois, se o cliente for vítima de alguma fraude, os documentos ajudarão no processo de investigação. Também aconselhou “printar as telas do site e salvar todos os documentos que foram emitidos para negociação e finalização da compra". Disse ainda que, na tentativa de economizar, algumas pessoas escolhem lojas que oferecem um desconto maior, mas o excesso na redução do preço, também pode ser um indicador de fraude.

Consultar sites de avaliação de estabelecimentos como o 'Reclame Aqui' e conferir o histórico da loja online escolhida são outras dicas repassadas pela titular da Decon. Em caso de fraude, Idalina aconselha a vítima a procurar uma delegacia e apresentar o máximo de documentos possíveis que confirmem a compra. "São documentos que serão analisados e, com certeza, contribuirão para a investigação e elucidação do crime", concluiu.  Fonte: Ascom-SSP-BA / Silvânia Nascimento

Cafe beira rio
Abreu