Cidadão do Povo
Mauricio Dias

Uma organização criminosa responsável por ataques a banco, pistolagem (mortes encomendadas), tráfico de drogas, entre outros delitos foi desarticulada, nesta terça-feira (5), na cidade de Xique-Xique (distante 587 quilômetros), durante a 'Operação Serpente'. Três mandados de prisão e 14 de busca e apreensão foram cumpridos. Oito armas, carregadores e munições de diversos calibres acabaram apreendidos.

Guarnições da Companhia Independente de Policiamento Especializado (Cipe) Semiárido, Rondesp Chapada e 7º Batalhão da PM (Irecê), além de equipes da 14ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin/Irecê) e da Coordenação de Apoio Técnico à Investigação (Cati) do Departamento de Polícia do Interior (Depin) da PC participaram das ações.



Durante a operação, Adriano Cavalcante Ribeiro, mais conhecido como 'Sapinho', Hugo Ribeiro Porto e Rubem de Almeida Silva foram presos. Com possuíam mandados em aberto eles foram encaminhados para a Delegacia Territorial de Xique-Xique. Adriano Bonfim da Silva, o 'Sombra', que também possuía mandado de prisão reagiu à abordagem e foi atingido. Socorrido para o Hospital Julieta Vianna, acabou não resistindo.

Com o quarteto foram encontrados uma submetralhadora calibre 40, uma espingarda calibre 12, um rifle calibre 44, duas pistolas calibre 38 e 380, três revólveres, dois calibre 38 e um 32, além de munições, rádios transmissores e camisas camufladas.

“Demos uma grande demonstração de força e união das polícias Militar e Civil contra o crime organizado. Este grupo praticou diversos homicídios na região, além do tráfico de drogas e roubos a banco. As diligências continuam”, avisou o comandante da Cipe Semiárido, major Carlos Maltez. Fotos: Divulgação/SSP-BA

Cafe beira rio
Abreu