Cidadão do Povo
Mauricio Dias

Três homens foram condenados por feminicídio e outros três por homicídio qualificado na região de Alagoinhas, durante mutirão de Júris realizado na localidade nos últimos dois meses. No total, foram realizados nove julgamentos, oito deles na cidade de Alagoinhas e um em Inhambupe. As denúncias oferecidas pelo Ministério Público estadual foram sustentadas pelo promotor de Justiça Gilber Santos de Oliveira.

No último dia 7, Bruno dos Santos Silva foi condenado por feminicídio, consumado e tentado, a 25 anos de prisão; José Rogério Bezerra Lima a 12 anos, em 19 de outubro, também por feminicídio; e por tentativa de feminicídio, Antônio Alex Barbosa dos Santos, a oito anos, em 28 de setembro. Todos eles condenados a cumprir pena em regime inicialmente fechado. Por homicídio qualificado, foram condenados, respectivamente, nos dias 14 e 16 de novembro, Ednei Santos Nepomuceno e Ueldson José de Oliveira de Assis a 16 anos de prisão, também em regime inicial fechado. Todos estes crimes foram cometidos no município de Alagoinhas. Também por homicídio qualificado, José Carlos de Andrade de Santana foi condenado, no dia 28 de novembro, a 16 anos de prisão em regime inicialmente fechado, por crime cometido em Inhambupe.

Foram absolvidos pelo Júri, no dia 24 de outubro, Robson Santos, acusado de homicídio qualificado; pela mesma acusação, Jeremias Carvalho Cavalcante, no dia 24 de novembro; e no dia 30 de novembro, pelas acusações de homicídios qualificados e tentado, Gervailson Oliveira Santos, André Luiz Viana Cruz e João Luiz Batista dos Santos. MP-BA - Foto: Reprodução

Abreu
Cafe beira rio