Cidadão do Povo
Mauricio Dias

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta terça-feira (5), em conjunto com o Ministério Público Federal e a Controladoria Geral da União, uma operação que tem como alvo o desvio de recursos públicos na área da educação, com mandados cumpridos em Jequié, Jaguaquara e Salvador. Ao todo, a Operação Melinoe abrange 46 ordens judiciais, sendo 23 mandados de condução coercitiva, 18 de busca e apreensão e 5 medidas cautelares.

A investigação começou em 2016, quando foi verificado que uma empresa contratada pela prefeitura de Jequié desviava recursos utilizando o suposto fornecimento de “terceirizados fantasmas” à Secretaria de Educação. Eles eram contratados por indicação de uma ex-vereadora. Entre os funcionários, estavam dois sobrinhos dessa vereadora que não residiam na cidade.

A apuração apontou também que a empresa pagou salário a ao menos 35 funcionários que nunca atuaram nas escolas para as quais foram designados em tese. Foi constatado que a empresa recebeu da prefeitura de Jequié R$ 63 milhões no período entre 2013 a 2017, sendo identificado R$ 7 milhões deste montante correspondente a recursos federais, especificamente de Precatórios do Fundef recebido pelo Município.

O prejuízo aos cofres públicos é estimado em R$ 1,5 milhão. Entre as medidas cautelares, está o afastamento das funções públicas dos investigados, bem como a proibição da empresa, ou seus sócios, de contratarem ou renovarem qualquer contrato com o Poder Público. Os envolvidos no esquema responderão pelos crimes de peculato, fraude à licitação, associação criminosa e falsidade ideológica. O nome da operação faz menção a deusa dos fantasmas na mitologia grega, Melinoe. Fonte: Bahia Notícias - Foto: Divulgação/PF

Dois veículos com placa do estado de São Paulo abandonados em uma estrada vicinal, no município de Ipupiara, chamaram a atenção de policiais da 29ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM/Seabra) e da Companhia Independente de Policiamento Especializada (Cipe) Chapada. Dentro de um deles, na manhã de domingo (3), as guarnições encontraram explosivos e acessórios usados por quadrilhas especializadas em roubo a banco.

Foram encontrados nos veículos modelos Corsa GSL, cor verde, placa BYN 6543, e Fiat Ideia, cor prata, placa CYX 6469, ambos roubados, quase três explosivos, 25 metros de cordão detonantes, estopim e detonadores.

De acordo com o comandante da 29ª CIPM, capitão PM Nelson Normando Júnior, o material deveria ser utilizado em ataques a bancos na região. “Estamos com policiamento noturno reforçado para prevenir qualquer ato criminoso no município”, garantiu. O material foi encaminhado para a Delegacia Territorial (DT/Seabra) que investigará a origem. Foto: Divulgação/SSP-BA

Drogas, seis espingardas, munição e um par de placas para colete balístico. Esse foi o resultado da operação realizada pela Companhia Independente de Policiamento Especializado (Chapada), neste domingo (3), na localidade de Lajedo Alto, entre Milagres e Iaçu. Além das apreensões, Cleidivaldo Santos Pereira, de 35 anos, o 'Tiquinho' foi preso com sete pinos de cocaína, 11 pedras de crack e 12 buchas de maconha.

De acordo com o comandante da Cipe/Chapada, major PM Ricardo Passos, a ação começou quando uma guarnição da unidade abordou Tiquinho em Lajedo Alto, encontrando drogas em seu poder. “Questionado, disse que elas pertenciam a um homem conhecido como 'Leno', que cumpre pena no presídio de Feira de Santana, e que ia entregar para outro traficante, de vulgo Carlinhos”, explicou Passos, que acrescentou ainda que Tiquinho confessara já ter passado algumas armas para Carlinhos guardar.

Ao chegar na residência de Carlinhos, os policiais encontraram seis espingardas, sendo uma calibre 12, oito munições calibre 12 e cinco 9 mm, um tubo de pólvora e um par de placas para colete balístico. Todo material apreendido, juntamente com Tiquinho, foi apresentado na Delegacia Territorial de Iaçu. Foto: Divulgação/SSP-BA

Artur Arlindo Barbosa Pacheco, o 'Arturzinho', foi preso e apresentado junto com o comparsa Mateus da Silva Oliveira, o 'Pirrita'

Artur Arlindo Barbosa Pacheco, "Arturzinho", 25 anos, "Oito de Espadas" do Baralho do Crime da Secretaria da Segurança Pública (SSP), e o comparsa Mateus da Silva Oliveira, 'Pirrita', 23, foram apresentados em coletiva à imprensa, na manhã desta segunda-feira (4), no Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Integrantes de uma quadrilha de traficantes responsável por homicídios no bairro de Ondina, Arturzinho e Pirrita estavam com mandados de prisão temporária em aberto pela morte do rival Rafael Santos Silva e tentativa de homicídio de Alan dos Santos Santana, no dia 1ª de outubro, no Alto de Ondina.

Eles praticaram os delitos, que tinham ligação com o tráfico de drogas, em companhia de Ycaro Caldas Fonseca, o 'Fantasmão', morto logo a seguir, em 5 de outubro, no Vale das Pedrinhas, depois de troca de tiros com policiais militares do Garra, unidade do Esquadrão Águia.



A dupla teve os mandados cumpridos na sexta-feira (1º), pela delegada Simone Moutinho, da 1ª Delegacia de Homicídios/Atlântico, ao se apresentar no DHPP acompanhada de advogado. “Não se trata de uma apresentação espontânea, pois cumprimos mandados de busca e apreensão na casa dos criminosos, no Alto de Ondina”, ressaltou a delegada.

Líder da quadrilha, Arturzinho está envolvido na morte do médico Marcos Spínola Ramos, durante o Carnaval de 2013, e num duplo homicido ocorrido em Itinga, Região Metropolitana de Salvador. Ele também já tinha sido apresentado no DHPP em 2015, ao lado de comparsas, após flagrado com uma submetralhadora 9 milímetros e cinco revólveres calibre 38. Foto: Divulgação/SSP-BA

A Procuradoria-Geral da República (PGR) denunciou nesta terça-feira (4) ao Supremo Tribunal Federal (STF) o ex-ministro Geddel Vieira Lima e o irmão dele, o deputado federal Lúcio Vieira Lima (PMDB-BA), pelos crimes de lavagem de dinheiro e associação criminosa. A investigação está relacionada à apreensão, pela Polícia Federal (PF), dos R$ 51 milhões em um apartamento em Salvador.

Também foram denunciados pelos mesmos crimes a mãe de Geddel, Marluce Vieira Lima, e um ex-assessor do deputado, Job Brandão. Geddel foi preso no dia 8 de setembro, três dias depois que a PF encontrou o dinheiro no apartamento de um amigo do político. Os valores apreendidos foram depositados em conta judicial.

Segundo a Polícia Federal, parte do dinheiro seria resultante de um esquema de fraude na liberação de créditos da Caixa Econômica Federal no período entre 2011 e 2013, quando Geddel era vice-presidente de Pessoa Jurídica da instituição. EBC - Foto: Reprodução

O senador Fernando Collor poderá ter sua prisão preventiva decretada por falta de pagamento de pensão à ex-mulher, Rosane Malta. Ele deve depositar R$ 28 mil, por determinação judicial, até esta segunda-feira (4). No entanto, o valor da dívida com a ex-mulher já chega a R$ 1 milhão. O valor de R$ 28 mil é o valor fixado de pensão pela Justiça em 2005 que chega a 30 (trinta) salários mínimos por mês.

O pedido de prisão pode ser solicitado hoje, segunda-feira, de acordo com informações do Jornal Extra. “Tenho meus compromissos e já vou ter que arcar com os juros este mês”, reclamou Rosane ao jornal. Os problemas com pensão começaram logo após a separação do casal, há 12 anos. Ele pode ser obrigado a doar metade do salário à Rosane. Ou seja, R$ 33.763 brutos que Collor recebe mensalmente, R$ 16.881,50 seriam depositados na conta da ex.

“Ele me deve anos de pensão. Se não pagar mensalmente, vai preso. Eu estou pedindo os retroativos com todas as correções e juros”, completou Rosane. Ela ainda tem direito a carros e imóveis. Desde a separação, Rosane não recebeu nada da parte a qual tinha direito do patrimônio do ex-presidente. Foto: Reprodução

Um ladrão que ostentava fotos armado nas redes sociais foi localizado por unidades da 32ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM/Pojuca), no final da manhã deste sábado (2), na localidade conhecida como Cabloco, próximo ao Parque de Vaquejada, no município de Pojuca, Região Metropolitana de Salvador. Ele e seus comparsas dividiam o fruto do roubo a uma fazenda na região.

Jorge Mateus, conhecido como ‘Soldado’, e mais três comparsas invadiram a Fazenda Angolar, amarraram os proprietários e roubaram um aparelho multimídia, um roteador e um DVD, objetos já recuperados. A polícia chegou ao grupo quando este fazia a divisão dos bens. Na fuga, os criminosos atiraram contras os PMs e fugiram por um matagal, mas Soldado ferido foi abandonado pelos parceiros.

De acordo com o comandante da 32ª CIPM, major PM Carlos Eduardo Sampaio, o ladrão já foi reconhecido por participação em outros roubos. “Ele foi flagrado, em 2016, por imagens de vigilância durante o saque a uma churrascaria no município de Alagoinhas”, relatou o oficial. Segundo o PM, 'Soldado' também tem várias fotos circulando em redes sociais ostentando armas. Socorrido para o hospital Carlito Silva, no município, o ladrão não resistiu aos ferimentos. Com ele foram encontrados com revólver calibre 38, munições, uma espingarda calibre 12 e cartuchos. Foto: Divulgação/SSP-BA

Insatisfeito com uma nota, um estudante de 20 anos agrediu com socos e pontapés um professor de 37 anos dentro da sala de aula. As agressões foram filmadas por um aluno e o vídeo viralizou nas redes sociais. O caso ocorreu na última quarta-feira, por volta das 22h30, na escola estadual Antônio de Alcântara Machado, localizada na Vila Gumercindo, zona sul de São Paulo. O estudante cursa o 3º ano do ensino médio do EJA (Ensino de Jovens e Adultos). O professor ministra aulas de matemática.



No vídeo, que tem 26 segundos, observa-se claramente os dois discutindo. "Você não me chamou para a porrada?", o aluno pergunta várias vezes ao professor, que retruca, repetidas vezes: "Você falou que iria dar cadeirada". Em seguida, o estudante dá um soco no rosto do professor, emendando um chute na sequência. O aluno ainda tenta pegar uma cadeira para jogar no professor, mas é contido pelos outros colegas.

A Polícia Militar foi chamada e levou os envolvidos até o 16º DP (Vila Clementino). Foi elaborado um Termo Circunstanciado de lesão corporal e porte de drogas para consumo pessoal, pois o estudante levava consigo uma porção de maconha. A Secretaria Estadual da Educação, informou que o estudante foi suspenso das aulas e que o professor ganhou licença por uma semana. A pasta informou também que abriu uma averiguação para acompanhar o caso e que está prestando todo o apoio à vítima.*Informações da Folha - Foto: Reprodução

A Companhia Independente de Policiamento Especializado (Cipe) Semiárido foi parceira do Ministério Público, representantes da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Assistência Social e voluntários da comunidade de Xique Xique (a 585 km de Salvador) em uma ação de arrecadação e distribuição de 170 cestas básicas no município. As entregas começaram no sábado e terminaram neste domingo (3).



Comunidades como Ponta da Ilha, Pedrinhas, Saco dos Bois, Lagoa de Itaparica, Capão do Marthins, Cabeça de Surubim e Nova Utinga foram beneficiadas com a iniciativa. “Foram priorizadas as famílias que não receberam o ‘Defeso Pesca’ e outras com o nível elevado de carência. Ficamos felizes em poder contribuir com este ato de solidariedade”, destacou o comandante da Cipe/Semiárido, major PM Carlos Maltez. A arrecadação aconteceu em Feira de Santana e contou com o apoio do 35º Batalhão de Infantaria do Exército Brasileiro, para transportar os alimentos até Xique Xique. Foto: Divulgação/SSP-BA

O homem apontado como causador de um acidente que deixou cinco mortos em Irecê, centro norte baiano, e que teve a prisão preventiva decretada segue foragido. Maurício Machado Carvalho Cardoso foi denunciado pelo Ministério Público do Estado (MP-BA). A denúncia foi recebida pela Justiça, que converteu, no último dia 23 de novembro, a prisão temporária em preventiva. O acidente ocorreu no dia 12 de novembro, por volta das 4h30, na BA-052, em Irecê.

De acordo com a denúncia do MP, Maurício teria ingerido bebidas alcoólicas “no período da noite anterior até por volta das 3h”, quando teria saído do bar em Irecê para levar uma amiga em casa, no município de João Dourado, na mesma região. “Ela teria solicitado várias vezes que ele parasse o veículo para ela descer, pois temia por sua vida, tamanha a velocidade empreendida pelo motorista”, afirma a denúncia.



No retorno para Irecê, Maurício, ainda em “velocidade excessiva, incompatível com a via”, perdeu o controle do veículo e invadiu a faixa contrária provocando a colisão frontal com o carro das vítimas, “que seguia corretamente na sua faixa”. Os promotores acusam Maurício de ter agido com dolo eventual, assumindo o risco de provocar um grave acidente e de ter fugido do local sem prestar socorro às vítimas. Três vítimas morreram no local e outras duas chegaram a ser socorridas, mas morreram em decorrência dos ferimentos. BN - Foto: Reprodução

Em uma ação rápida e eficaz integrantes das Companhias Independente de Policiamento Especializado (Cipe/Chapada) e da 29ª Independente da Polícia Militar (CIPM/Seabra) frustraram, na madrugada desta sexta-feira, 1º, um assalto a uma agência bancária da cidade de Ipupiara.

Num bar, acompanhado de outras pessoas, Igor Salles Rodrigues, 22, anos, que aparentava ser um turista curtindo a noite no município baiano, observava a movimentação da localidade para passar informações aos comparsas, que em seguida, colocariam em prática o plano de roubar uma agência bancária na cidade.

Durante patrulhamento conjunto nas proximidades da instituição bancária, os militares abordaram Igor em um bar. No veículo utilizado por ele foi encontrado parte dos explosivos. Natural da cidade de Colatina, Espírito Santo, Igor possui passagem pela polícia capixaba por lesão corporal, ameaça, desobediência, desacato e resistência. Ele estava hospedado em uma pousada de Ipupiara, onde também foram localizados mais explosivos, além de um revólver calibre 32.

Completam a lista de material apreendido um detonador elétrico, 20 fragmentores de rocha, 19 acendedores, um rolo de fio, três munições, dois aparelhos GPS, um carregador portátil, um martelo, uma máquina fotográfica, um multímetro, dois notbooks, um celular iPhone 6, 10 gramas de maconha, uma caixa de ferramentas, um relógio, uma corrente, uma carteira e R$ 62.

Quatro toneladas de carnes irregulares foram apreendidas durante a Operação Carro de Boi, deflagrada há 16 dias na Região Metropolitana de Salvador e interior do estado. Na madrugada deste sábado (2), equipes da Secretaria da Segurança Pública e da Agência de Defesa da Agropecuária da Bahia (Adab) realizaram abordagens, nas cidades de Pojuca e Candeias.

O primeiro flagrante ocorreu com a operação sendo iniciada, dentro da cidade de Pojuca. Duas toneladas de frango seriam entregues em um abatedouro clandestino. Sem os documentos necessários para transitar naquela localidade, a carga foi notificada e o proprietário multado.



No bloqueio em Candeias, o foco eram os veículos modelo pick up, vans e caminhões. Por volta de 4h30 um carro modelo Kombi foi parado e dentro dele, escondido por baixo de uma lona e em sacos, localizado meia tonelada de carne de boi e de carneiro.

Enquanto as carnes eram apreendidas, guarnições do Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv) determinaram que um veículo modelo Saveiro parasse no acostamento. Na carroceria os integrantes da Adab acharam 80 frangos (cada um pesando 3 kg) sem a documentação para transporte na região.



"Em três ações conseguimos apreender um grande montante de carne com origem duvidosa. Parabéns a todos os envolvidos", declarou o secretário da Segurança Pública, Maurício Teles Barbosa. Ressaltou que as ações continuarão sendo realizadas por tempo indeterminado. Os 500 quilos de carne foram transformados em ração. Foto: Divulgação/SSP-BA

Um homem morreu e oito pessoas ficaram feridas após um ônibus colidir contra uma carreta na BR-242, no município baiano de Itaberaba, na região da Chapada Diamantina, na madrugada deste sábado (2). De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), dez pessoas estavam no ônibus que saiu de Salvador e seguia para o município de Barra, no oeste do estado. Pouco após da meia-noite, em um trecho do município de Itaberaba, o veículo acabou colidindo na traseira de uma carreta.

O condutor do ônibus, identificado como Alberto Rodrigues da Silva, morreu no local. Oito dos passageiros tiveram ferimentos leves e apenas um deles, que usava cinto de segurança, saiu ileso. O motorista da carreta não se feriu. Após a batida, os passageiros chegaram a abrir um buraco na lateral do ônibus para que pudessem sair do veículo. A PRF e o Corpo de Bombeiros ampliaram a abertura para fazer o resgate. As causas do acidente ainda estão sendo apuradas. G1 - Foto: Divulgação/PRF

Pedro (nome fictício), conhecido como 'Dentinho', 14 anos, foi apreendido no início da tarde desta quinta-feira (30), pela segunda vez, no intervalo de 10 diase. Novamente ele foi flagrado roubando ônibus, nas proximidades do Mundo Plaza, região do Shopping da Bahia. O menor foi pego por equipes do Pelotão de Emprego Tático Operacional (Peto) da 35ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM/Iguatemi). O adolescente, dessa vez, agia na companhia de Carlos da Rosa Ramalho, que foi preso em flagrante.

Embora essa seja sua terceira passagem pela Delegacia do Adolescente Infrator (DAI), o menor já foi flagrado pelo sistema de videomonitoramento dos coletivos em outras ações, sempre acompanhado. No último dia 21, terça-feira da semana passada, Dentinho foi apreendido roubando nas proximidades do Shopping da Bahia e Avenida Tancredo Neves.

De acordo com o major Gabriel Neto, comandante da Operação Gemeos da PM, o menor já foi pego duas vezes pela unidade especializada no combate aos roubos a coletivos. O oficial relatou que Dentinho também foi ligado, por suas características físicas, a outras ações delituosas.

Agindo em diferentes pontos da cidade, mas principalmente na região do Shopping da Bahia, o jovem, que é viciado em droga, foi levado para a DAI, onde permanecerá até amanhã. Em seguida ele segue para o Ministério Público que definirá o seu destino. O comparsa, Carlos, foi encaminhado para a 16ª Delegacia Territorial (DT/Pituba). Foto: Divulgação/SSP-BA

O 'Baralho do Crime' da Secretaria da Segurança Pública recebeu, nesta quarta-feira (29), a décima atualização do ano. Quatro novas imagens foram inseridas nesta ferramenta lúdica, que há seis anos estimula a participação popular na caça dos bandidos mais perigosos do estado. Lucas Oliveira de Jesus, conhecido também por 'Albiere' ou 'Fazenda', é o novo 'Oito de Copas' substituindo Matheus Roberto Costa Souza, o 'Boca Preta', preso em outubro. Com atuação em Camaçari e Simões Filho, municípios da Região Metropolitana de Salvador, Fazenda é procurado por tráfico de drogas.

Já o 'Oito de Espadas' agora é Artur Arlindo Barbosa Pacheco, o 'Arturzinho', traficante e homicida que age em Salvador, no bairro de Ondina e adjacências. Rafael Almeida de Jesus, que ilustrava a carta, foi capturado. Ainda neste naipe, o traficante George Ferreira Santos, apelidado de 'Capenga', que comercializa drogas na capital (bairros de São Gonçalo e Brotas) e na Região Metropolitana de Salvador (Camaçari), passa a ser o 'Três de Espadas' no lugar de Leonardo Fernando dos Santos, o 'Léo Barata', recolhido no sistema prisional.

A população também pode ajudar na busca de Tiago Souza Sampaio, o novo 'Dois de Espadas'. Com mandado de prisão por tráfico de drogas em aberto e muito conhecido na Gamboa, proximidades da Avenida Paralela, substitui o homicida Moisés Silva dos Santos. Os integrantes do 'Baralho do Crime' estão disponíveis no site do Disque Denúncia. Quem reconhecer algum dos criminosos, deve entrar em contato com a polícia através dos telefones 181, para interior do estado, e (71) 3235-0000, para Salvador.

Na madrugada desta quinta-feira (30), por volta das 01h30, bandidos explodiram o posto do Banco do Brasil na cidade de Serrolândia, centro-norte baiano. Segundo informações, os bandidos estavam em dois carros brancos e tomaram estrada vicinal sentido distrito de Cachoeira Grande.

A ação dos bandidos teve como foco o cofre principal da agência, não os caixas eletrônicos. Moradores próximos ao banco, relataram que a explosão foi tão grande, que em suas residências foi possível sentir o chão tremer e o forte barulho emitido pela explosão. Até o momento não foi informado se os elementos tiveram êxito em levar valores da agência e, em caso afirmativo, os quantitativos roubados. *Com informações do Portal Serrolândia

Vinte e uma pessoas foram presas em oito cidades do interior da Bahia, nesta quarta-feira (29), durante operação da 19ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Senhor do Bonfim). Os principais objetivos foram alcançados: a captura do traficante Elcevander Pereira Silva, o 'Salvano' ou 'Galego', principal líder do tráfico de drogas em todos esses municípios, e a desarticulação da sua quadrilha. Salvano deverá ser encaminhado, ainda hoje, para o sistema prisional.

Desde as primeiras horas da manhã, policiais da 19ª Coorpin e das delegacias a ela subordinadas foram às ruas para cumprir 25 mandados de prisão temporária e 25 de busca e apreensão nas cidades de Senhor do Bonfim, Antônio Gonçalves, Campo Formoso, Jaguarari, Filadélfia, Itiúba e Conceição do Coité, além de Itaparica, na Região Metropolitana de Salvador (RMS).

De acordo com o delegado Felipe Nery Neto, coordenador da Coorpin/Senhor do Bonfim, foram dois anos de investigações em torno da organização criminosa e do seu chefe Salvano. O bando está também envolvido na compra e venda de armas, assaltos a banco, sequestro e homicídios. “Salvano planta e vende a própria maconha”, disse o delegado.

Destacando o apoio da Superintendência de Inteligência (SI) da Secretaria da Segurança Pública (SSP) e do Serviço de Investigação (SI) da 19ª Coorpin e a participação das Coorpins de Irecê, Jacobina, Serrinha, Alagoinhas, Feira de Santana, Juazeiro e da Coordenação de Apoio Técnico à Investigação (Cati) do Depin, o delegado Neri Neto declarou que apenas quatro alvos dos mandados de prisão não foram encontrados.

São eles: Sueli Vieira de Souza, André Luiz dos Santos Cerqueira, o 'Andrezão', Evanildo da Silva Santos, o 'Buru', e Antônio Marcos Ceila Oliveira, o 'Toinho', todos considerados foragidos. Foram presos em flagrante: Ozemar da Silva Santos, Gilmar Freire, o 'Madruga', Rúbia de Jesus Oliveira, Deoclécio Sebastião da Silva Filho, o 'Fio' e Maria Adelília.

Capturados através de mandados: Diego Pinheiro Santos, o 'Marquinhos', Joseane Araújo dos Santos, a 'Jô', Fabrício Ferreira de Souza, Alcilon Ribeiro Passos, o 'Berilo', Jean Vagner Pereira de Souza, o 'Bode', Adalberto Araújo de Souza Filho, o 'Betinho', Vandenberg Santos Castro, o 'Bergue', Maria Fabiana Pereira da Costa, Adalberto Henrique da Silva, o 'Beto Cigano', Wadison da Silva Andrade, Yure de Jesus Santos e Tales Alves da Silva, além dos bandidos de prenomes Jhone, conhecido como 'Dione', Émerson, o 'Guma' e Iara. Foto: Divulgação/Polícia Civil

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Rio de Janeiro decidiu manter a prisão do ex-governador Anthony Garotinho e concedeu medida cautelar à mulher dele, a ex-governadora e ex-prefeita de Campos Rosinha Garotinho, permitindo que ela deixe a Cadeia Pública José Frederico Marques, em Benfica, e fique restrita restrita a seu domicílio, com recolhimento noturno em sua residência e monitoramento eletrônico.

Os pedidos foram feitos nesta quarta-feira  (29) pela Procuradoria Regional Eleitoral (PRE) e aceitos pelos magistrados do TRE, por unanimidade. A defesa de Rosinha impetrou habeas corpus com igual sentido e sustentou que ela não praticou os fatos imputados ao marido. Quanto a Garotinho, os desembargadores eleitorais também acompanharam o pedido da procuradoria e mantiveram a prisão preventiva. Eles discordaram da defesa de Garotinho, que sustentou sua inocência.

Atualmente o ex-governador está no Complexo Penitenciário de Bangu, após ter sido transferido de Benfica, pela Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap), por ter supostamente inventado um caso de agressão. Garotinho está preso por determinação da justiça Eleitoral de Campos dos Goytacazes, berço político do casal, que ocupou a prefeitura do município mais de uma vez. A Procuradoria Regional Eleitoral acusa Garotinho de ter recebido R$ 3 milhões em caixa 2 do grupo J&F, durante a campanha eleitoral ao governo do estado em 2014.

O assaltante de banco Flávio Santos de Fonte foi preso, no início da manhã desta terça-feira (28), em Conceição do Coité, por investigadores do Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco), numa operação conjunta com a Polícia Federal e apoio da Superintendência de Inteligência da Secretaria de Segurança Pública da Bahia.

Ele, que possuía dois mandados de prisão preventiva – um pela comarca de Macarani, na Bahia, por furto qualificado a instituição financeira, e outro por São Paulo, por adulteração de sinais identificadores de veiculo – foi autuado em flagrante, por portar documento falso no momento em que foi preso.

Durante depoimento, Flávio confessou a participação em outro roubo a banco, no município de Nova Fátima, no último dia 10, e, segundo o delegado Paulo Roberto Guimarães, coordenador da divisão de Repressão Contra Crimes Contra Instituições Financeiras do Draco, os demais participantes desse assalto já foram identificados e estão sendo procurados. Acrescentou ainda que Flávio virá para Salvador, onde passará por exames médicos e será ouvido novamente no Draco, antes de seguir para o sistema prisional. Foto: Reprodução/SSP-BA

Uma quadrilha com atuação no tráfico de drogas e roubo de veículos, principalmente motocicletas, nas cidades baiana de Juazeiro e pernambucana de Petrolina foi desarticulada, no final da noite desta terça-feira (28). Com os três criminosos presos em flagrante foram encontrados drogas e um simulacro de pistola.

Equipes da Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos da 17ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin/Juazeiro) iniciaram diligências após o roubo de uma motocicleta. O primeiro a ser identificado e capturado foi Rodrigo Barbosa, o 'Saruê', que tentou se esconder no bairro Juazeiro VIII. Com ele foi encontrado o simulacro de pistola e na oportunidade, o criminoso confessou o roubo da moto e indicou os comparsas.



O segundo preso foi Lucas Rocha de Almeida, também em solo baiano, responsável pela captação de compradores e negociação dos veículos roubados. Ainda em Juazeiro foi detido André Luiz Ribeiro Gonçalves que informou ter repassado a motocicleta para um comparsa de prenome Erik em Petrolina. "Imediatamente as nossas equipes fizeram contato com a Polícia Civil de Pernambuco, parceira em diversas ações conjuntas", explicou o diretor do Departamento de Polícia do Interior (Depin), Flavio Góis.

Na cidade pernambucana as equipes foram até o bairro Vila Eulália, local indicado pelo trio preso, como utilizado por Erik. Na residência, número 56-B, foram apreendidos 15 quilos de maconha, um quilo de cocaína e aproximadamente um quilo de crack. "Erik conseguiu escapar, mas com certeza por pouco tempo. Seguiremos com a investigação conjunta com a PC pernambucana, pois sabemos da participação de outros criminosos", informou o delegado Góis. Foto: Divulgação/SSP-BA

Abreu
Cafe beira rio