Cidadão do Povo
Mauricio Dias

Numa comunicação ao país, Hassan Rouani declarou o fim do domínio territorial do grupo terrorista

O presidente do Irã, Hassan Rouhani, anunciou o fim do Estado Islâmico, em um pronunciamento transmitido pela TV Estatal, nesta terça-feira (21). "Hoje, com a guia de Deus e a resistência do povo da região, podemos dizer que este mal foi retirado da cabeça das pessoas ou foi reduzido. Claro que os restos permanecerão, mas a fundação e as raízes foram destruídas", destacou Rouhani

Durante o pronunciamento, Hassan afirmou que a erradicação do Estado Islâmico só foi possível graças a uma luta conjunta entre o Irã, Síria, do Iraque e do Líbano. O comandante da Guarda Revolucionária do Irã, Qassem Soleimani, reafirmou o fim do grupo extremista numa mensagem enviada ao líder supremo do país que foi publicada na Sepah News, o site de notícias dos Guardas.



Na sexta-feira, as forças iraquianas retomaram, a cidade de Rawa, que era dominada por extremistas, e indicaram o colapso do autoproclamado califado pelas terras do Iraque e da Síria. A mídia iraniana tem publicado fotos de membros do governo iraquiano em regiões que eram dominadas pelo EI.

Na semana passada, foram publicadas fotos de Soleimani em Albu Kamal, no leste da Síria, a cidade que Soleimani disse ter sido o último território tomado ao Estado islâmico na região. A Guarda Revolucionária, a força militar mais poderosa do Irã, tem apoiado o presidente sírio, Bashar al-Assad, e o governo de Bagdá há anos. CB - Foto: Reprodução

Cafe beira rio
Abreu