Cidadão do Povo
Mauricio Dias

Um levantamento realizado pelo Instituto Paraná indica que a ex-presidente Dilma Rousseff se sai bem nas pesquisas eleitorais, caso Lula saia da disputa. A sondagem acontece justamente com a aproximação do julgamento do ex-presidente petista, pelo TRF-4, que pode tirá-lo do jogo eleitoral. Caso isso aconteça, o maior beneficiado seria Jair Bolsonaro, que lidera com 22,6%.

Quem aparece logo atrás de Bolsonaro, para surpresa de alguns, é Dilma, que seria a candidata mais competitiva do PT, com 13,4% dos votos. Em seguida aparecem Geraldo Alckmin (8,7%), Ciro Gomes (7,7%) e Joaquim Barbosa (7,6%). Com Lula, no entanto, o jogo muda. O petista segue em primeiro, com 29,9 %, seguido de Bolsonaro (21,1%), Marina Silva (8,6), Alckmin (7,9), Joaquim Barbosa (6,8), Ciro (5,2), Alvaro Dias (3,5%), Henrique Meirelles (0,9%), Manuela D'Ávila (0,6) e João Amoêdo (0,3%). BN - Foto: Reprodução

Cafe beira rio
Abreu