Cidadão do Povo
Mauricio Dias

Até dezembro, o câncer de próstata terá atingido 61,2 mil brasileiros, conforme projeção da Sociedade Brasileira de Urologia. No país, de acordo com o Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva (Inca), mais de 13,7 mil mortes pela enfermidade são registradas por ano um óbito a cada 38 minutos. Para conscientizar a sociedade, uma nova versão da campanha Novembro Azul, do Instituto Lado a Lado pela Vida, abordará o tema o ano inteiro.

Com apoio do Ministério da Saúde, o 'De novembro a novembro azul - movimento permanente pela saúde integral do homem' enfatiza dados do Inca, que lançou, recentemente, a cartilha 'Vamos falar sobre isso?'(disponível no site www.inca.gov.br), mostrando que, com 28,6% do total de casos, o câncer de próstata já é o que mais ataca o sexo masculino, excetuando-se o de pele não melanoma.

Apesar dos avanços terapêuticos, rastreamento da doença e novos medicamentos e tecnologias, cerca de 20% dos pacientes ainda morrem por diagnósticos tardios. "Ou seja, por causa de preconceito ao exame de toque retal", lamentou o oncologista Fernando Almeida, da Clínica Oncocentro. Fonte: O Dia - Foto: Reprodução/Sincron

Abreu
Cafe beira rio