Cidadão do Povo
Mauricio Dias

A vacina estará disponível nas unidades do SUS - Sistema Único de Saúde.

Num esforço para reduzir a incidência das hepatites virais no país, o Ministério da Saúde decidiu ampliar a vacinação contra a hepatite B para a faixa etária de 30 a 49 anos.

A vacina estará disponível nas unidades do SUS - Sistema Único de Saúde. Causada por um vírus de 50 a 100 vezes mais contagioso que o HIV, essa infecção no fígado pode-se tornar crônica, levando à  cirrose e ao câncer.  

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), mais de 2 bilhões de pessoas já tiveram contato com esse vírus, das quais 240 milhões tornaram-se portadoras crônicas. No Brasil, não existem números exatos dos portadores dessa doença.

A hepatite B é considerada um mal silencioso, porque nem todos os que contraem a doença apresentam sintomas – mal-estar, febre, diarreia, vômito e icterícia (pele e olhos amarelados). A maioria das crianças infectadas é assintomática.

Fonte: correio24horas.com.br

 

 

 

Nos municípios do interior da Bahia, médicos são artigos de luxo, disputados entre as prefeituras na base do quem paga mais. O salário pode variar de R$ 10 mil até R$ 20 mil (líquidos) para médicos que atendem em postos do Programa de Saúde da Família (PSF),  por uma jornada de 40 horas, em tese.

Isso sem falar na ajuda de custo "por fora" e plantões - pagos pelas prefeituras. A demanda é grande e a oferta pequena, segundo a União dos Municípios da Bahia (UPB) e gestores ouvidos. E quem fica desassistida é a população.
Por isso o anúncio do programa Mais Médicos pela presidente Dilma Rousseff (PT), semana passada, que vai bancar R$ 10 mil de salário para o médico, deixando a cargo da prefeitura a moradia e alimentação do profissional [veja infográfico], foi visto pelos gestores com bons olhos. Mas com certo receio de que não seja o suficiente.

O programa pretende interiorizar médicos pelo País e identificou, para isso, 1.551 municípios prioritários. A Bahia tem 264 municípios nessa condição, o maior número entre os Estados. Os médicos no Brasil estão concentrados em grandes centros urbanos. Na Bahia não é diferente. Quarenta e dois por cento dos 11.487 mil médicos que atendem pelo Sistema Único de Saúde (SUS) na Bahia, ou seja, cerca de 4,8 mil profissionais, estão concentrados em Salvador, cidade com 2,6 milhões de habitantes.

Isso significa que mais de 12 milhões de pessoas que moram no interior do Estado estão assistidas com apenas 6,6 mil médicos que atendem à saúde pública. Isso contando hospitais e postos de saúde. Os dados são do Conselho Federal de Medicina (CFM) e se aproximam dos números do Ministério da Saúde (MS).

Fonte: A tarde

 

Foto: iStock

Pediatras e especialistas em comportamento infantil fazem seus alertas quanto aos graves riscos de se deixar um filho sozinho em casa. Por isso, recomendam o seu acompanhamento - bem de perto - até os 14 anos.

Apesar dessas indicações, muitas vezes a rotina dos pais não permite cuidados permanentes aos menores. Tais desatenções ou ausências são os fatores responsáveis por sérios acidentes domésticos e diversos tipos de lesões (mesmo que não-intencionais) que configuram o principal motivo de morte de crianças e pré-adolescentes na faixa de 1 a 14 anos.

É bom lembrar que, mesmo naqueles casos em que os pais acreditam que a criança "pode se virar sozinha", ela pode ser surpreendida por situações de risco que não consegue administrar.

Como posso manter uma boa saúde bucal na terceira idade?
Se você cuidar bem dos seus dentes e fizer consultas periódicas com seu dentista, os seus dentes podem durar a vida inteira. Independentemente da idade, você pode ter dentes e gengivas saudáveis se escovar pelo menos três vezes ao dia com creme dental com flúor, se usar fio dental pelo menos uma vez ao dia e se for regularmente ao dentista para exames completos e limpeza.

Que informações sobre a saúde bucal um indivíduo da terceira idade deve ter?
Até mesmo quem escova e usa fio dental regularmente, pode ter alguns problemas específicos. Muitas pessoas na terceira idade usam dentaduras, tomam remédios e têm problemas de saúde geral. Felizmente, seu dentista pode ajudar você a encarar estes desafios com êxito quase que garantido.

    * As cáries e os problemas com a raiz dos dentes são mais comuns em pessoas da terceira idade. Por isso, é importante escovar com um creme dental que contenha flúor, usar fio dental todos os dias e não deixar de ir ao dentista.

    * A sensibilidade pode se agravar com a idade. Com o passar do tempo é normal haver retração gengival que expõe áreas do dente que não estão protegidas pelo esmalte dental. Estas áreas podem ser particularmente doloridas quando atingidas por alimentos e bebidas quentes ou frias. Nos casos mais severos, pode ocorrer sensibilidade com relação ao ar frio e a alimentos e líquidos doces ou amargos. Se seus dentes estiverem muito sensíveis, tente usar um creme dental apropriado. Se o problema persistir, consulte o dentista já que esta sensibilidade pode indicar a existência de um problema mais sério, como, por exemplo, cárie ou dente fraturado.

    * As pessoas mais velhas se queixam de boca seca com freqüência. Este problema pode ser causado por medicamentos ou por distúrbios da saúde. Se não tratado, pode prejudicar seus dentes. Seu dentista pode recomendar vários métodos para manter sua boca mais úmida, como tratamentos ou remédios adequados para evitar a boca seca.

    * Enfermidades preexistentes (diabete, problemas cardíacos, câncer) podem afetar a saúde da sua boca. Converse com seu dentista sobre quaisquer problemas de saúde existente para que ele possa ter uma visão completa da situação e para que possa ajudar você de forma mais específica.

    * As dentaduras tornam mais fácil a vida de muitas pessoas da terceira idade, mas exigem cuidados especiais. Siga rigorosamente as instruções do seu dentista e, caso ocorra qualquer problema, marque uma consulta. Os portadores de dentaduras definitivas devem fazer um exame bucal geral pelo menos uma vez por ano.

 

(Foto Reprodução TV Gazeta)

 

 O lutador de Jiu-Jitsu Gidel Gil de Souza, de 24 anos, morreu de enfisema pulmonar, segundo o Hospital São Francisco, em Cariacica, Espírito Santo, neste domingo (7). A família do rapaz questiona o laudo médico por ter encontrado seringas e ampolas de remédios que podem ser anabolizantes dentro da mochila dele. O caso foi parar no Departamento de Polícia Judiciária (DPJ) de Cariacica.

O jovem deu entrada na unidade no sábado (6). O cunhado que prefere não se identificar diz que ele estava passando muito mal. “Ele deu entrada no pronto socorro com quadro clínico de hipoglicemia e desidratação. Ele teve convulsões pela madrugada e o quadro se agravou, até ele morrer no domingo”, disse.

O corpo foi liberado para o enterro, mas o caso foi parar no DPJ de Cariacica porque, de acordo com a família, o médico não quis incluir no atestado de óbito uma informação importante: amigos do jovem contaram que há 20 dias ele usava anabolizantes e dentro da mochila de Gidel foram encontrados seringas e vários produtos suspeitos. “A gente quer uma informação mais detalhada se ele tinha ingerido anabolizantes. Só vamos conseguir saber disso com a autópsia”, contou o cunhado.

Fonte: g1.globo.com

 



Parada é temporária e fornecimento será retomado amanhã gradativamente

 

A Embasa (Empresa Baiana de Águas e Saneamento) informa que, para realizar uma manutenção na Estação de Tratamento de Canavieiras, o fornecimento de água será interrompido nesta segunda-feira, 08 de julho, nos seguintes bairros e localidades: Alagoinhas, Bairro dos Índios, Canavieiras, Couro Velho, Estação, Jacobina I, Jacobina II, Jacobina III, Malhadinha, Mundo Novo, Nazaré, Novo Amanhecer, Peru, Pontilhão, Rua Alto Raul Mangabeira, Serrinha (Ruas Quintino Bocaiúva, do Pará, Paraíba e Padre Germano), Travessa Francisco Xavier, Vila Feliz e Zona Alto da Caeira. A Embasa também informa que o serviço está programado para ser concluído hoje à noite. Por isso, a partir de amanhã, 09 de julho, o abastecimento será retomado de forma gradativa.

 

Assessoria de Comunicação da Embasa

Um acidente de carro ocorrido por volta das 19h deste domingo (7), matou o locutor Kleber Machado, 31 anos. Ele comandava o programa Manhã Total na Rádio 101 News FM de Irecê. Segundo a delegada plantonista Maria José, da 14ª Coordenadoria de Polícia do Interior (Corpin), o Celta que o apresentador conduzia chocou-se contra uma S-10 na BA-805. A vítima morreu presa às ferragens. Amigos do locutor informaram que ele estaria indo a Presidente Dutra visitar familiares. O motorista da S-10 ainda não foi localizado pela polícia para prestar esclarecimentos. (Pascoal Ferreira – Irecê Repórter)


07/07/13 - Jailton de Oliveira Nascimento, 30 anos, condizia um Fiat Tipo, placa policial 2032 Licença de Miguel Calmon/Ba, quando colidiu frontalmente com uma árvore por volta das 23h de ontem (6) na Av. Orlando O. Pires, altura do número 910, próximo a Coelba.

No veículo encontrava-se 3 pessoas, sendo o contudor Jailton, o Genésio Oliveira Silva, 24, anos e no banco traseiro a esposa do Jailton que ainda não foi identificada, ambos residentes no bairro Felix Tomal.

O proprietário do veiculo o Sr Gildimar estava no local do acidente nesta manhã de domingo e nos relatou que ontem por volta das 19hs, Jailton de Oliveira pediu o carro emprestado para buscar a esposa. Já no final da noite ficou sabendo do acidente. Jailton seguia sentido centro p/ o Bairro da Caeira, presume-se que o mesmo tenha perdido o controle do veículo, cruzou a avenida vindo a colidir frontalmente com a árvore.

Socorridos pela SAMU 192 à emergência do Hospital Antônio Teixeira Sobrinho, dois acidentados deram entrada às 23:28h, onde apresentavam leves escoriações pelo corpo, e após serem atendidos foram liberados.

Fonte: Augusto Urgente!

 

Fonte: Reprodução Feceboock

Caixas de Alto-falantes como esta, estão espalhadas por quase toda a parte central da cidade. 

Se já não bastassem as queixas e reclamações recorrentes da população a respeito da barulheira que afeta o seu cotidiano e também a sua saúde, a Prefeitura de Jacobina resolve reforçar ainda mais o potencial ofensivo contra a sensibilidade auditiva dos habitantes e transeuntes do centro da cidade, permitindo a instalação de dezenas de potentes caixas de alto-falantes espalhadas em diversos postes de iluminação das vias centrais, contrastando com as normas municipais já existentes, que proíbem a circulação de carros volantes de publicidade por essas mesmas ruas e avenidas, sob o argumento de poupar os bancos, residências, casas comerciais, clientes, órgãos e repartições públicos e pedestres do sofrimento sonoro perturbador.
Na gestão passada, a então prefeita Valdice Castro, atendendo apelos da população, retirou essa parafernália das ruas e acabou com a instrumentalização da prática jurássica desse meio sonoro, que há muito não se vê nas cidades interioranas, exceto aquelas desprovidas de mídias alternativas modernas e eficientes, cujas propostas não obrigam as pessoas a ouvirem forçosamente suas transmissões. Entretanto, a atual gestão, insensível a tamanha poluição sonora a qual está submetida a população local, ressuscita uma proposta engavetada pela administração anterior, aumentando ainda mais a fervura do stress urbano. "É dose pra leão, você aguentar um troço desse o dia todo, tendo que atender seus pacientes, fazer consultas e trabalhar!", reclama um profissional liberal que atende no centro da cidade e tem uma dessas caixas de som a poucos metros de sua sala. Ironicamente, compete exatamente à Prefeitura, por força de Lei, controlar os limites desse tipo de atividade, preservando os cidadãos dos efeitos danosos à sua saúde, respeitando os limites do código de posturas, meio ambiente e outros. Muitas vezes por omissão das autoridades, casos dessa natureza têm ido parar até mesmo na delegacia de polícia.

Cafe beira rio
Abreu